sexta-feira, 8 de maio de 2009

SUPER-HOMEM - A série de televisão


No Brasil, no final da década de 50 e inicio da década de 60, a criançada se divertia com seus heróis. Nós não sabíamos qual era o melhor herói. Super-Homem ou Batman?
Nós não sabíamos qual era o melhor herói. Super-Homem ou Batman?
Batman era noturno, o Super-Homem era solar. Enquanto um usava o negro, o outro vestia a cor.

No entanto, não resistíamos a nenhum dos dois. Quando aparecia a chamada: “É um pássaro? É um avião? Não é o super homem”.

A série durou de 1953 a 1957. Foi uma criação de Jerry Siegel, com 104 episódios, ela mostrava a mesma história dos quadrinhos, como o Super-Homem veio parar em nosso planeta e se tornou um dos defensores das causas justas.

Para aqueles que não sabem tudo começa quando o planeta Kripton foi destruído por uma explosão. Um bebê, que seria mais tarde o Super-Homem, foi enviado a Terra por seus pais antes da explosão. O bebê, em uma nave, cai na cidade de Smallville, onde foi encontrado por um casal, Sara e Eben Kent que o batizam de Clark Kent e o criaram como seu filho.

Clark (George Reeves), na medida em que cresce, percebe que tem super-poderes e mantém isso em segredo e aos poucos percebe que pode usar este dom para ajudar os humanos e a Terra.

Ele sempre teve uma personalidade pacata, gentil e tímida. Já adulto, se formou em jornalismo, e se mudou para a Metrópole e onde foi trabalhar no maior jornal da cidade, o “Planeta Diário”. Lá conheceu pessoas que se tornaram importantes em sua história.

Seu chefe no jornal, o amigo estressado Perry White (John Hamilton), o jovem fotógrafo Jimmy Olsen (Jack Larson), o empresário Lex Luthor (que viria a ser seu maior inimigo) e Lois Lane (Phyllis Coates/1º ano; Noel Neil - demais anos), a intrépida repórter que foi a primeira pessoa a chamar o herói de Super-Homem.

E, nesse ambiente, começaram suas aventuras. Clark Kent sempre foi educado dentro da “moral e bons costumes” e tinha um grande senso de justiça. Depois que descobriu suas habilidades, decidiu usá-las para ajudar os mais fracos. Com o tecido encontrado na nave, sua mãe adotiva, Martha Kent, fez para Clark um uniforme. O tecido kriptoniano é especial e muito resistente. Clark estava sempre com o uniforme por baixo da roupa e muitas vezes utilizou cabines telefônicas para se trocar. Porém, nunca usou máscaras para ocultar seu rosto. Quando está como Super-Homem, deixa seu rosto à mostra. Quando faz uso de sua identidade secreta, o repórter Clark Kent, usa apenas um par de óculos e, curiosamente, ninguém o reconhece dessa forma! Esse detalhe é sempre satirizado por vários autores, que brincam com o fato de ninguém enxergar que o Super-Homem é Clark Kent sem óculos.

Curiosidades:

Nos anos 40, Superman teve cerca de 17 desenhos animados para o cinema, feito pelos estúdios Max Fleischer.
Talvez seja o primeiro super-herói adaptado para o meio.

Em 1948, o Super-Homem estrelou um seriado para cinema, interpretado por Kirk Alyn.

Entre 1952 e 1957, havia um seriado de televisão, estrelado por George Reeves, que só terminou com a morte dele.

Entre 1966 a 69, o Superman teve seu próprio desenho animado pela Filmation, “The New Adventures of Superman”.

De 1973 a 1984, o desenho animado Superamigos mostrava Superman como membro efetivo do grupo.

Em 1978, foi lançado “Superman - O filme”, estrelado por Christopher Reeve. Fez muito sucesso, e teve quatro continuações, "Superman II", em 1980, "Superman III", em 1983, "Superman IV", em 1987 e "Superman, o retorno", em 2006, estrelado por Brandon Routh e dirigido por Bryan Singer.

Afinal, qual foi o nosso herói preferido: Super-Homem ou Batman?

Um comentário:

Luana disse...

Oi Paulo, sempre acompanho esse blog e o seu pessoal tbm, mto bom reviver esses momentos e poder tentar lembrar com os amigos sobres esses detalhes da TV!
Tenho uma sugestão de um programa clássico sobre esportes radicais, o REALCE, vc lembra? Se quiser posso te passar algumas informações! Bjs, Luana Barreto.